28 de dezembro de 2017 às 00:00
Serviço

Que pode haver na dor de ensinamento
Senão mais sofrimento?
Seria preferível o amor e seus largos e castos e vastos sutis tormentos
A alegria preferível seria
Porquanto é alegre o que é livre
E com a liberdade ama e breve vive
Os erros, os crimes
Melhor puni-los com serviços sublimes
Mais que excruciantes provações
Que pai aconselharia à filha a quebrar a cara no poste
Em resposta a inocentes e passadas mortes?
Explicação tão louca não me cabe à boca
Por que a justiça divina faria isso com a minha menina
Por que?
Dava-lhe o dever
A tarefa infinda de construir o saber
E tecer longamente a delicada veste do amor
Que a vertigem do momento
Não encerra em si qualquer sentimento
Para além de pueris emoções
E o gozo de pessoais sensações
Quer educar o homem?
Leve-o ao amor em exercício
Para vir a ser seu próprio viço
A vida não é o cativeiro da alma
Ou a expiação espúria do espírito
Não posso crer nisso
A vida é a pequena oportunidade de ser e seu serviço

Mas, que sei da vida para afirmar isso?...

© CIA DO AR. AÇÕES EM CULTURA 2018  |   DESENVOLVIDO POR CRIWEB  |   PROGRAMADOR LED LEMOS  |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE