A primeira coisa de que me lembro são uns panos vermelhos ou cor de vinho que me envolviam, numa peça de teatro, creio, da paixão de Cristo, em algum lugar do Colégio Nossa Senhora das Graças, no bairro de Olaria do Cônego, em Friburgo, onde nasci. Tinha menos de dois anos de idade quando fiz essa pequena e rápida figuração; é uma lembrança impressionista, embora bem nítida, marcada apenas pelas luzes intensas e amarelas e a agitação daquele breve momento, eu no colo de alguém, envolto em panos vermelhos... Leia mais >

© CIA DO AR. AÇÕES EM CULTURA 2017  |   DESENVOLVIDO POR CRIWEB  |   PROGRAMADOR LED LEMOS  |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE