Pontos de vista
Geralmente, analisamos o tempo presente com olhos do passado, é quase uma condição obrigatória. Com que outros olhos poderíamos olhar, então: com os olhos do futuro? Mas, como, se o futur... Ver mais
0
Archeiro
eu te espeto com meus ossos
tu me esmagas com teus lábios
eu te espeto tu me esmagas
eu me entrego tu te largas

eu te aperto com minhas mãos
tu me enlaças com teus braços
eu ... Ver mais
0
O sobrevivente
Há alguns anos já que abandonei este tipo de relato, ora sob a forma do diário ora do diálogo interior, onde se narram para mim mesmo as explicações - ou desexplicações - mais ou menos v... Ver mais
0
Os problemas quanto mais os enfrentamos, mais nos fortalecemos, quanto mais os evitamos, mais nos enfraquecemos.
0
Menino às margens do Archeonte
a disposição de dizer o impensável
e errar com o pensamento
pelos confins de seu próprio labirinto
às margens mesma do Archeonte
ou náufrago, então, dos ma... Ver mais
0
Símios hi-tech autistas
Há tanto trabalho disponível quanto mais fazemos arte, mesmo que não seja da melhor qualidade, há tanta energia afirmativa envolvida, não obstante nossas obscuridades, que ... Ver mais
0
A presença é o bem mais precioso e o segundo mais precioso é a memória...
0
A mulher dos meus sonhos
O que me deste
Senão a sombra de tua presença
Afastando-se sempre e sempre de mim
O que me deste
Senão um buquê de canções
Que eu mesmo compus na dor de tua ausên... Ver mais
0
Pequena suite do medo universal
A primeira grande sacanagem do ser humano com outro ser humano foi opor a ideia de Deus à libido, está lá no Genesis, um dos mais remotos registros da espécie preservados at... Ver mais
0
Por vezes me ocorre que o achado de uma personalidade não é algo que o Universo esteja disposto a jogar fora...
0
Ninguém me ama como ele me ama (versão hetero)
ninguém me ama como ele me ama
ninguém me pega do jeito que ele me pega
ninguém ninguém me chama como tal fogo e chama
ninguém me faz tão plena t... Ver mais
0
O beijo da vida
Chego à maturidade - que Drummond chamava madureza, para mim curso supletivo para adultos como minha mãe - de modo surpreendentemente estranho, como estranho se me parece muito do que vejo e ... Ver mais
0
Lewis Mumford é um agente do conhecimento infiltrado na academia.
0
Dasein
a morte é contingente
a vida é intenção
0
Ao distante como a ti mesmo
Os gregos inventaram-na, os romanos - embora a repugnassem - acrescentaram-lhe o princípio do direito, para o que contribuíram igualmente os alemães, ingleses levaram-na ao altar... Ver mais
0
Quem provoca inveja, quer mostrar a sua inveja...
0
Epitáfio
Se morro agora
Morro em paz
Deixei bem claro o que sabia
Deixei escrito o que podia
O que queria, fui em frente

Errei aqui, errei ali
Mas, acolá, fui persistente
O tempo ven... Ver mais
0
Sinfonia de ruídos
Não sei se é a idade - que minha caçula chama de velhice, a sacana! - mas algo me move, cada vez mais, em direção ao cânon no meu pensamento. Freud [1856-1939], entre eles. Na sua fis... Ver mais
0
Nelson Rodrigues é o Freud do Meyer.
0
O homem ausente
o homem se diz errado
          - estou errado! estou errado...
e errando ele continua
a alma nua
o futuro já passado

o hom... Ver mais
0
Notas de um trombadinha incidental no mundo do samba
Conformado - conformadíssimo! - com a minha condição de trombadinha incidental, no sentido de um transeunte insignificante, talvez, mesmo desprezível, d... Ver mais
0
A aviação comercial prova que a vida foi feita para dar certo.
0
Memória das águas
A vida, como um rio
Flui incontinenti para o seu esgotamento
Voam-lhe segundos como estilhaços de uma explosão!
Cacos do tempo, perdido ou vivido,
Igualam-se no estuário mort... Ver mais
0
Os viralatas humanizam as cidades
Vai minha paixão por cachorros vira-latas desde a mais tenra infância. Perto de minha casa havia um açougue de um homem chamado Filé. Podia não ser original o apelido, ma... Ver mais
0
© CIA DO AR. AÇÕES EM CULTURA 2017  |   DESENVOLVIDO POR CRIWEB  |   PROGRAMADOR LED LEMOS  |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE