Das motivações íntimas da arte
Ao cabo - ou quase - de todo o dramático esforço para a elucidação da parábola de Dramaoquê?! como representação a um tempo autobiográfica e metafórica da ati... Ver mais
0
Se você conseguiu reunir amor, sexo e casamento, parabéns: alcançou o mistério da Santíssima Trindade!
0
À princesa em casamento
Você aceita ser o amor da minha vida
A vida de um louco, um tonto, um trapalhão
Em cujo coração se fende uma ferida
Aberta em carne viva, o sangue sem punção
Você ac... Ver mais
0
O invasor
Pegamos para assistir, minha mulher e eu, o filme do Beto Brant com as melhores recomendações da Márcia, a nossa videolocadora. O videolocador é um mutante contemporâneo do quase extinto livreir... Ver mais
0
Coração. Obedecer. Razão. Transgredir.
0
Oração
força para carregar
o fardo de estar errado

grandeza para suportar
a própria pequeneza

humildade para perscrutar
e escutar a verdade
0
Inconsciência (I parte)
Quando falamos em curso do destino, creio, estamos falando em inconsciência. Inconsciência das motivações atávicas, de foro instintual, mas também histórico, vez que o gesto hum... Ver mais
0
Por mais que nos esforcemos em torno de algo, acabamos por ser o que sempre fomos.
0
Vazio continnum do suicida moderado
Algo pra fazer
Que me distraia do atordoamento
Algo pra fazer
Além de alfaias para o encilhamento
Algo pra fazer
Que me guie ao nevoeiro
Algo pra fazerVer mais
0
A César o que é de César
Instalada em um subúrbio a leste de Bagdá, numa espécie de Ciep iraquiano, sem o charme da grife Oscar Niemeyer, sob o comando, porém, do charmoso Sérgio Vieira de Mello, a mis... Ver mais
0
A um bispo de Ômega prefiro um senador de fusca.
0
A picareta do espírito

(Ao mano velho)

 

o tempo
transforma
tudo em nada
mesmo o nada
a chuva sobre
seu túmulo
minhas lágrimas
o bra&ccedi... Ver mais

0
O inimigo de si mesmo
O fato de que existimos é bastante mais frágil do que desejaríamos do ponto de vista de nossa própria existência. Basta uma noite nos tempos para que nossas vidas esfumem, tragadas p... Ver mais
0
A ingenuidade é o pecado mortal da inocência.
0
Estranha criatura
Que estranha criatura eu sou
A mente ocupada com a fantasia
A alma impregnada de canções
O coração em romarias

Que estranha criatura sou eu
O outro visto pelo olho do u... Ver mais
0
Inconsciência (II parte)
Portanto, creio, o amor confunde-se com a verdade, quando não é ele mesmo o impulso construtor - ou, se preferimos, desvelador - da verdade.

Refiro-me, por óbvio, à verdad... Ver mais
0
Quem não tem grana não tem cronograma.
0
Egoísmo

 

O egoísmo é o claustro
De um corpo liberto
Que a si se aprisiona
E renuncia à vida

Entregue aos duros austros
Habita no deserto
Escu... Ver mais

0
A merda e a água
Aqui, no infinitamente pequeno, onde habito e entrevo os dias à espera do ocaso de meus olhos, há coisas curiosas de se anotar, a ignorância, por exemplo, todos os oceanos para uma gota d... Ver mais
0
A lei não é para todos, a lei é para a maioria.
0
O galo da discórdia


por quantas vezes
eu o agredi com minha arrogância
por quantas vezes
duvidei que conversavas comigo
por quantas vezes
perdi, por inteiro... Ver mais

0
Uma lágrima por Gabriela
Guardo a ilusão - provavelmente por conta da atividade intelectual, será? - da utilidade do pensamento como instrumento de reflexão social, mesmo em um tempo circuitado como este e... Ver mais
0
O que neutraliza a inveja é a impossibilidade de deter seu objeto.
0
Cloaca púrpura

Escrevo como um rato
Oculto em seu buraco
Percebo, então, que escrevo
Pra não fazer contato

Escrevo da cloaca
Onde ressonam os sapos
Escrevo... Ver mais

0
Espaço público de cultura
Penso que a primeira coisa a caracterizar um espaço público de cultura deva ser sua acessibilidade. Em dois sentidos: quanto à sua localização geográfica e quanto às suas tax... Ver mais
0
© CIA DO AR. AÇÕES EM CULTURA 2017  |   DESENVOLVIDO POR CRIWEB  |   PROGRAMADOR LED LEMOS  |   POLÍTICA DE PRIVACIDADE